A utilização de um filtro de proteção solar é muito importante, sendo uma espécie de defesa contra os raios UV, protegendo também a pele dos problemas causados pela exposição excessiva ao sol. Saiba que até em dias frios e nublados, estar protegida se torna essencial.

Se deseja uma pele mais jovial e brilhante por muito mais tempo, comece a considerar o uso do protetor um investimento com benefícios de longo prazo. Através desse cuidado estético e também de saúde, que é muito recomendado por dermatologistas.

No texto de hoje, entenda sobre os cuidados e motivos que envolvem o uso desse dermocosmético em qualquer estação do ano:

Cuidados necessários

Sua pele sofre uma exposição direta ao estar em contato com os raios solares, por conta disso é essencial ter um cuidado voltado por toda sua área. Entretanto a região facial é a mais prejudicada em relação aos raios ultravioleta, estando frequentemente exposta a eles.

A quantidade usada do produto deve ser em torno de uma colher de chá, com aplicação feita meia hora antes de estar em contato com o ar livre. Seguindo essa recomendação, não esqueça de reaplicar o produto a cada duas horas.

Muitos filtros solares apresentam vitamina C e antioxidantes em suas fórmulas, além de trazer vários outros benefícios, indo além da proteção contra os efeitos nocivos do sol. Mas tenha cuidado, pois o uso excessivo do protetor pode causar o surgimento de acnes.

Já parou para pensar que a pele também sofre prejuízos em ambientes fechados? Luzes artificiais e computadores, por exemplo, são alguns inimigos de toda pele saudável. É necessário também ter a devida proteção até quando o ‘’banho de sol’’ não for programado, em casos de mormaço em dias muito quentes.

Colocar o filtro solar na sua lista de cuidados deve ser algo indispensável, experimente aplica-lo após sua limpeza e hidratação diárias, logo sentirá a diferença. Quanto antes você começar a utilizar o produto, menos preocupações e procedimentos serão necessários no futuro.

Atualmente o mercado cosmético e farmacêutico oferece várias marcas e opções, que apresentam desde diferentes texturas à essências. Escolha aquele protetor que mais te agrada e passe a utilizar sempre!

Motivos para utilizar

  • Impede o surgimento de pintas e sardas

As pintas passam a ser adquiridas após nosso nascimento, podendo aparecer por conta da exposição excessiva ao sol. Mas é importante ter cuidado, pois dependendo do formato assimétrico delas, pode ser sinal do desenvolvimento de um possível câncer.

Enquanto as sardas geralmente aparecem, por conta da exposição excessiva ao sol, quando a pele precisa de pigmentação para dificultar que os raios penetrem na pele. Em ambos os casos, é importante consultar um médico dermatologista.

  • Raios ultravioleta sempre estão presentes

A ocorrência dessas radiações tem um alto grau de intensidade prejudicial na pele, principalmente nos dias quentes. Até mesmo em climas frios e nublados, ainda há presença de nuvens sob o céu, que são tão prejudiciais quanto a luz de um dia ensolarado.

Sair de casa sem a devida aplicação do protetor solar, é muito arriscado, sendo fundamental proteger seu rosto e corpo. Quando você deixa sua pele exposta aos raios ultravioleta, há efeitos de médio a longo prazo causados na pele.

Para que nada disso aconteça, se torna importante buscar um protetor solar que realize a proteção para ambos os tipos de raios (UVA e UVB). Tal radiação não pode ser percebida a olho nu, mas provoca certas modificações na pele de maneira profunda, causando até queimaduras solares.

  • Manchas e queimaduras são evitadas

O protetor solar impede a longo prazo, que surjam manchas na pele, como também auxilia na prevenção contra eventuais queimaduras, provocadas por raios UVB em dias muito quentes.

Os danos que podem ser causados pela exposição indevida ao sol são cumulativos, por conta disso, não usar o filtro solar pode acarretar prejuízos, podendo resultar em casos graves, como o melasma, uma doença de pele irreversível.

  • Impossibilita um envelhecimento adiantado

A exposição cotidiana da pele aos raios solares, prejudica a produção da elastina e colágeno, principais responsáveis pelo aumento da tensão muscular e da firmeza dos tecidos. Quando isso ocorre, há uma fraqueza generalizada na região, fazendo com que a formação de rugas e linhas de expressão marcadas, tenham uma ocorrência acelerada.

Se não cuidar da proteção de sua pele, a ação dos raios solares prejudica as fibras de colágeno, resultando em uma pele de aparência imperfeita.

O sol diário acaba afetando as células da pele e consequentemente provoca uma espécie de estresse oxidativo, que leva à ocorrência da perda de colágeno, um dos fatores relacionados ao envelhecimento da própria pele.

  • Prevenção contra o câncer de pele

Os raios solares são responsáveis pelo aumento na pigmentação da pele, ajudando no desenvolvimento das alterações celulares que levam ao câncer. Já foi comprovado por especialistas que existe um fator genético relacionado à essa doença, ocorrendo principalmente pela exposição solar frequente.

O uso do filtro solar deve ser feito da maneira correta, seguindo as recomendações de quantidade e frequência de reaplicação, necessárias para proteger a pele com eficiência. Para reduzir significativamente os riscos de ter esse câncer, use um protetor solar com FPS 30, capaz de bloquear a radiação solar quase por completo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *