As causas mais comuns para a queda de cabelo é a calvície hereditária e o envelhecimento, que aflige principalmente os homens mas também mulheres. Porém existem diversas outras causas que podem ser prevenidas e tratadas, tomando alguns cuidados ou obtendo ajuda médica.

O problema pode estar ligado a tratamentos ou uso de remédios como anabolizantes, antibióticos, antidepressivos, corticóides, quimioterapias ou remédios para diabetes, colesterol e tireóide, entre outros. Além disso, a queda de cabelos pode ser sintoma de diversas doenças que desequilibram a produção de nutrientes para o couro cabeludo e seus capilares, ou baixam a imunidade e permitem que doenças oportunistas como a micose e a dermatite seborreica se instalem causando grandes danos.

O stress emocional e a tricotilomania (onde a vítima se automutila arrancando os fios do cabelo, sombrancelhas e pêlos), podem ser o motivo da calvície, com mais incidências nas área urbanas.

Utilizar produtos de baixa qualidade, não testados e que não sejam hipoalergênicos para tingir, alisar ou realizar penteados, podem danificar a saúde dos fios e do couro cabeludo, produzindo coceiras, dermatites, alergias e outras coisas que podem gerar grande queda de cabelo.

Dietas rígidas, perda de peso, falta de proteínas, ferro, vitaminas do complexo B, excesso de vitamina C ou E, desiquilíbrio por falta ou excesso de iodo, selênio e zinco, também podem ser fatores geradores de queda e podem ser corrigidos com a reposição ou balanceamento alimentar.

Dicas para prevenir a queda de cabelo:

  • Adote uma dieta alimentar rica em proteínas e ferro (carne vermelha, peixe, ovos, leite e derivados, ervilha, lentilha, feijão e soja), zinco (carnes, arroz, nozes, sementes, aveia, feijão), silício (morango, amora, alface, pepino, cebola e raízes como o nabo e o rabanete), complexo B (cereais integrais como o trigo), ômega 3, 6 e 9 (peixes gordos como a sardinha e o salmão), além de frutas, legumes e verduras cruas diversas.
  • Reduza a tensão cotidiana adotando uma rotina mais serena e agradável. A prática de exercícios libera a endorfina que ajuda a diminuir o stress.
  • Avalie regularmente seu couro cabeludo e fique atento ao surgimento de caspa, coceiras e queda avolumada dos fios. Procure o tratamento adequado para seu tipo de problema.
  • Lave e enxágue muito bem seus cabelos retirando bem o shampoo e o condicionador, utilizando produtos confiáveis, testados e hipoalergênicos.
  • Desembarace bem seus cabelos ainda no banho enquanto passa o creme ou o condicionador, iniciando o processo nas pontas e finalizando nas raízes.
  • Não prenda os cabelos enquanto estão úmidos ou molhados para evitar quebras ou danos às raízes.
  • Evite água muito quente na lavagem do cabelo para evitar o aumento da oleosidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *